Tisunâmica viral

Ao pensar sobre a existência humana, em pleno confinamento social, devido à pandemia por um vírus novo e desconhecido, que levou a humanidade ao medo do desconhecido, agressivo e letal vírus, em busca de um hospedeiro quase sempre humano, resolvo pôr no papel o que vem à mente, como se estivesse sendo intuída e começo:

Quando a humanidade perceber a importância do perdão, a partir de si mesmo, tudo mudará em sua vida. O respeito, a compreensão de si e principalmente do irmão e semelhante. Só assim descobrirá o verdadeiro amor universal. Não estamos nunca sós! Tudo que fazemos e pensamos gera uma reação imediata sobre nós e, também, no Universo. A Física Quântica fala e demonstra isso já! Vamos caminhando, buscando sempre a humildade, para perceber os nossos erros e tentar corrigi-los. Vamos aprendendo e com essa atitude e aprendizado vamos evoluindo nossa humanidade, dentro de nós e consequentemente, fora de nós, com mais solidariedade.

A arrogância, a soberba e o ego nos escravizam e aprisionam. Por isso precisamos de humildade para nos enxergarmos e lapidarmos, como pedras brutas que somos ainda. Essa caminhada evolutiva da nossa moral é quase infinita, como evolução Divina. Vamos caminhando na vida, vigiando nossas atitudes, treinando sempre, até conseguir essa mudança interior.

O ter fica menos importante neste momento do vírus, que fez o Ser ter importância maior e vital, igualando todos os seres do Planeta Terra. Mãos à obra rumo à Evolução! Aproveitando esse momento reflexivo, notei também que essa sintonia através da mente é como um ímã, como as ondas de rádio, televisão e Internet, os únicos meios usados neste momento de confinamento social devido à quarentena imposta como prevenção ao contágio em massa. Nós, através da mente, sintonizamos vibrações em forma de pensamentos, em diversos níveis mentais.

Podemos projetar trevas ou luz no nosso corpo físico e no universo, adquirindo mais saúde ou doença, como consequência da nossa vibração mental. Vibrem, vigiem e treinem sempre o pensamento. Dessa forma, colherão os resultados positivos para a evolução, assim como tranquilidade, neste momento em que a ansiedade e o medo ficam nos rondando.

Somos seres condicionados. A neurociência demonstra e fala bem sobre esse tema. Então, com paciência, persistência e consistência, vamos mudando nossa faixa vibratória mental, passo a passo… Vamos criando um caminho sórdido ou iluminado, dependendo das nossas escolhas. Através do conhecimento, vamos abrindo a nossa mente, nossa moral, hábitos e costumes.

O conhecimento nos liberta e nos conduz ao caminho da iluminação. Somos seres únicos no DNA da vida e na centelha Divina, que está dentro de nós. Essa centelha vai se libertando, à medida que o conhecimento aumenta, pela compreensão de tudo e de todos que nos cercam.

Estamos todos no mesmo planeta e com o mesmo problema, tendo que tomar as mesmas atitudes pela vida. Isso nos uniu como nunca na existência humana. E concluindo: o caminho é longo, constante e infinito, como o Cosmo, mas um momento como este pode nos ajudar a acelerar essa evolução íntima na Terra.

Quão produtivo e profundo foi chegar à esta síntese de reflexão filosófica, através de uma pandemia “Tsunâmica Viral”.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *